Saúde - Após aumento de focos, Setor de Endemias faz chamamento para comunidade redobrar atenção contra mosquito da dengue. Leia

Última Hora - Viagem à Brasília garante mais de R$ 11 milhões de recursos para Maracaju.

Câmara Municipal - Vereador Nego do Povo visita bairros e consegue melhorias para comunidades do Bairro Porto Belo e Nova Cambaraí. Saiba mais

Última Hora - Maracaju: Em ação inédita, ‘IPTU Premiado 2019’ sorteará sete motocicletas e também uma casa mobiliada aos contribuintes. Saiba mais

Educação - Cadastro de Reserva de Vagas para a Educação Infantil e Ensino Fundamental nas Escolas da Rede Municipal de Ensino estão abertos a partir desta segunda-feira 21. Leia.

Rural em Foco - Senador Eleito Nelsinho Trad parabeniza organização do Showtec e destaca ter grandes expectativas na Ministra da Agricultura Tereza Cristina. Leia e assista.

Última Hora - Após agredir com socos no rosto e cortar cabelo de namorada, jovem é preso pela Polícia Militar em Maracaju.

Rural em Foco - Empresário e Produtor Rural Valdenir Portela destaca importância da difusão das tecnologias e pesquisas que aumentam a produtividade e fazem Maracaju ter o nome elevado no cenário nacional e internacional. Leia e assista.

Rural em Foco - Secretário de Fazenda e Administração Lenilso Carvalho destaca apoio do município ao Showtec 2019 e investimentos aos produtores rurais. Leia e assista.

Assembleia Legislativa - ‘Showtec consolida a Fundação MS na liderança das tecnologias de produção’ destaca Paulo Corrêa. Leia e assista.

Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio

Bolsonaro anuncia Tereza Cristina como ministra da Agricultura

07 de novembro de 2018 - 18:25 | Política

Maracaju em Foco - Notícias - Bolsonaro anuncia Tereza Cristina como ministra da Agricultura

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) confirmou na tarde desta quarta-feira (7) a indicação da deputada federal sul-mato-grossense Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias (DEM) para o cargo de ministra da Agricultura em sua gestão. O nome foi levado a ele por congressistas que integram a FPA (Frente Parlamentar do Agronegócio), presidida pela parlamentar –que já era cotada para o posto antes mesmo de Bolsonaro ser confirmado vencedor do segundo das eleições, em 28 de outubro.

“Boa noite! Informo a todos a indicação da senhora Tereza Cristina da Costa Dias, Presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, ao posto de Ministra da Agricultura”, informou o presidente em postagem no seu Twitter oficial. Segundo o UOL, integrantes da FPA estiveram com Bolsonaro momentos antes, no CCCB (Centro Cultural Banco do Braisl), onde a equipe de transição presidencial trabalha.

Em nota assinada por 30 de seus integrantes, a FPA reforçou que a indicação de Tereza Cristina se deu por consenso “entre parlamentares e entidades representativas da agropecuária”, com o nome sendo aceito por Bolsonaro para o comando da pasta.

Tereza Cristina foi a primeira mulher indicada para o ministério de Bolsonaro –sua equipe deve contar, ainda, com mais quatro mulheres. A deputada sul-mato-grossense declarou apoio ao presidente eleito ainda durante a campanha, reunindo-se com ele em seu apartamento no Rio de Janeiro. Ela também participou de discussões envolvendo a ideia de unificar os ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente, manifestando preocupações com o fato de a medida incluir áreas sem relação com a produção (como saneamento).

Produtora rural e engenheira agrônoma, ela comandou o Senar-MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural no Estado) e atuou nas diretorias da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado), Acrissul (Associação dos Criadores) e dos sindicatos rurais de Sonora, Campo Grande e Terenos; já ocupou a pasta de Produção e Turismo na gestão de André Puccinelli (MDB), acumulando também o comando da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) e exerce seu primeiro mandato como deputada federal –já sendo alçada ao comando da FPA.

Com a confirmação da indicação, a vaga de Tereza Cristina na Câmara Federal deve ser assumida pelo primeiro suplente da coligação, o hoje deputado Geraldo Resende (PSDB).

Bancada da FPA levou a Bolsonaro nome de Tereza Cristina, respaldado também por entidades do setor agropecuário. (Foto: FPA/Divulgação)

Bancada da FPA levou a Bolsonaro nome de Tereza Cristina, respaldado também por entidades do setor agropecuário. (Foto: FPA/Divulgação)

Fonte: Campo Grande News


Array ( [Novidade] => Array ( [id] => 29807 [user_id] => 23 [titulo] => Bolsonaro anuncia Tereza Cristina como ministra da Agricultura [texto] =>

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) confirmou na tarde desta quarta-feira (7) a indicação da deputada federal sul-mato-grossense Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias (DEM) para o cargo de ministra da Agricultura em sua gestão. O nome foi levado a ele por congressistas que integram a FPA (Frente Parlamentar do Agronegócio), presidida pela parlamentar –que já era cotada para o posto antes mesmo de Bolsonaro ser confirmado vencedor do segundo das eleições, em 28 de outubro.

“Boa noite! Informo a todos a indicação da senhora Tereza Cristina da Costa Dias, Presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, ao posto de Ministra da Agricultura”, informou o presidente em postagem no seu Twitter oficial. Segundo o UOL, integrantes da FPA estiveram com Bolsonaro momentos antes, no CCCB (Centro Cultural Banco do Braisl), onde a equipe de transição presidencial trabalha.

Em nota assinada por 30 de seus integrantes, a FPA reforçou que a indicação de Tereza Cristina se deu por consenso “entre parlamentares e entidades representativas da agropecuária”, com o nome sendo aceito por Bolsonaro para o comando da pasta.

Tereza Cristina foi a primeira mulher indicada para o ministério de Bolsonaro –sua equipe deve contar, ainda, com mais quatro mulheres. A deputada sul-mato-grossense declarou apoio ao presidente eleito ainda durante a campanha, reunindo-se com ele em seu apartamento no Rio de Janeiro. Ela também participou de discussões envolvendo a ideia de unificar os ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente, manifestando preocupações com o fato de a medida incluir áreas sem relação com a produção (como saneamento).

Produtora rural e engenheira agrônoma, ela comandou o Senar-MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural no Estado) e atuou nas diretorias da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado), Acrissul (Associação dos Criadores) e dos sindicatos rurais de Sonora, Campo Grande e Terenos; já ocupou a pasta de Produção e Turismo na gestão de André Puccinelli (MDB), acumulando também o comando da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) e exerce seu primeiro mandato como deputada federal –já sendo alçada ao comando da FPA.

Com a confirmação da indicação, a vaga de Tereza Cristina na Câmara Federal deve ser assumida pelo primeiro suplente da coligação, o hoje deputado Geraldo Resende (PSDB).

Bancada da FPA levou a Bolsonaro nome de Tereza Cristina, respaldado também por entidades do setor agropecuário. (Foto: FPA/Divulgação)

Bancada da FPA levou a Bolsonaro nome de Tereza Cristina, respaldado também por entidades do setor agropecuário. (Foto: FPA/Divulgação)

Fonte: Campo Grande News

[imagem] => c8c8264571ae316b738fff3d2cc5db3c.jpg [url] => bolsonaro-anuncia-tereza-cristina-como-ministra-da-agricultura [visualizacoes] => 300 [created] => 07 de novembro de 2018 - 18:25 [destaque] => [scroll] => [categoria_id] => 16 ) [User] => Array ( [id] => 23 [fullname] => Ben Hur Salomão Teixeira [active] => 1 [role] => adm ) [Categoria] => Array ( [id] => 16 [nome] => Política [url] => politica [prioridade] => 1 ) [Noticiagaleria] => Array ( ) [Video] => Array ( ) ) 1
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio