Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio

Com cidade em acelerada expansão, número de novos loteamentos cresce e construção civil passa por seu melhor momento nos últimos anos em Maracaju. Confira.

23 de abril de 2018 - 14:57 | Última Hora

Maracaju em Foco - Notícias - Com cidade em acelerada expansão, número de novos loteamentos cresce e construção civil passa por seu melhor momento nos últimos anos em Maracaju. Confira.

Condomínio São Rafael Arcanjo da Riwal localizado no Alto Maracaju - Foto: Divulgação

Redação

Não é comum discutir-se nas rodas de amigos, ou tampouco, ouvir de pessoas de outros municípios que, a cidade de Maracaju "É terra de gente rica”, comentário muitas vezes mal interpretado ou observado de forma errônea, por ser aproximado com “Maracaju é terra de bons negócios e de se ganhar dinheiro”.

Alheia a crise nacional sofrida nos anos 2015, 2016 e 2017, enquanto o país ainda caminha a passos lentos para o crescimento, a conhecida terra da linguiça vive, sem dúvida, um momento oposto do país, onde o crescimento é acelerado e ocorre de forma sólida e eficaz.


Entrada Condomínio São Rafael Arcanjo, primeira construção de duas torres verticais na cidade - Foto: Gessica Souza

Tais informações citadas nesta reportagem especial do “Maracaju em Foco” podem ser observadas em um rápido passeio pelas ruas da cidade, inúmeras construções e a criação de novos e atrativos loteamentos, ocorrem de forma quase que simultânea com o crescimento da cidade, sendo desafiador a qualquer gestão pública, manter os serviços em dia, com qualidade e ainda realizar investimentos com olhares para a expansão territorial e populacional que a cidade vive.

Crescimento é comprovado por números da Secretaria de Obras

O ano de 2018 tem sido desafiador para muitos municípios, ano de Copa do Mundo e Eleições Presidenciais, muitos acreditam que tais eventos de magnitude nacional prejudicam os investimentos nas cidades, porém, tal fato não se comprova em Maracaju, segundo a Secretaria de Obras e Urbanismo do município, desde o ano de 2017 o setor tem buscado programar atitudes e regras claras para a iniciativa privada no tocante à construção civil, e buscando o mesmo viés de legitimidade às obras públicas.


Loteamento Jardim Europa da EFORT, crescimento da cidade com lotes de alto padrão - Foto: Lucas Copetti - Via Drone

Com a criação de novos loteamentos, os quais estão sendo aprovados somente com a infraestrutura completa que inclui pavimentação asfáltica, drenagem de águas pluviais, redes de iluminação pública, água e em alguns casos rede de esgotamento sanitário o município tem melhorado o índice de área 100% urbanizada que saltou de 25% para 38% em apenas um ano.


Loteamento Cidade Jardim Maracaju, recém lançado pela São Bento Incorporadora - Foto: Gessica Souza

Um dos principais termômetros que a administração pública pode usar para medir os níveis de desenvolvimento econômico é o monitoramento do mercado que envolve a construção civil, nesse sentido o volume de obras, através dos Alvarás e o Habite-se, para a construção de residências e comércios tem sido acompanhado de perto e avança vigorosamente em Maracaju. Os técnicos da Secretaria de Obras e Urbanismo desenvolvem um estudo dinâmico e monitoramento mensal dos indicadores de construção civil e apontaram que de Dezembro/2017 a Março/2018, ou seja, quatro meses, foram emitidos cerca de 170 alvarás e habite-se, totalizando cerca de 20 mil metros quadrados de área construída, o que gera de acordo com estatísticas, 400 empregos diretos e tantos outros indiretos somente na construção civil.

Segundo Thiago Caminha, Secretário Municipal de Obras, somente nos 18 primeiros dias de Abril, foram 52 atendimentos entre novos projetos e obras concluídas que tiram seus documentos como o Habite-se, gerando dentro das estimativas mais de 100 empregos diretos em 7.500 metros quadrados de obras projetadas.

Isso mostra o reaquecimento da economia da nossa cidade e faz crescer ainda mais a nossa responsabilidade como gestores do processo de urbanização, infraestrutura e mobilidade de nossa cidade. Estamos reorganizando em conjunto com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente o aperfeiçoamento do nosso aparato de Leis que irão reproduzir regras mais claras para a ocupação do solo urbano, aprovação de obras e outras legislações complementares como acessibilidade e arborização. Isso trará tanto aos profissionais da construção civil como a cada cidadão a oportunidade de darem ao município sua contribuição individual, projetando e construindo dentro das normas, nos ajudando a fazer de Maracaju uma cidade mais organizada e melhor pra se viver.” Destacou Thiago Caminha ao Maracaju em Foco.


Recém inaugurado Residencial Romeu Saad trará novas opções de locaçao em Maracaju - Foto: Gessica Souza

Novos loteamentos e construções audaciosas em Maracaju

Outra característica notória em Maracaju é a modernidade, beleza e até mesmo audácia nas construções civis da cidade, comprovando assim o potencial creditado pelos investidores no município. Nossa equipe de reportagem visitou e entrevistou alguns empresários do ramo de loteamentos e também da construção civil, entrevistando-os com exclusividade e também visando conhecer mais de perto o setor e observar as expectativas de cada um perante os negócios em Maracaju.

Com a administração do Sr. Ricardo, a Riwal tem como meta construir 60 projetos em 10 anos, isso graças à confiança conquistada ao logo dos anos de trabalho e mantida pelo Sr. Walter, Diretor da Riwal, que juntamente com a filha Aruana Marcondes, mantém o DNA da construção no sangue, seguindo de geração para geração a Riwal completou 33 anos de trabalhos prestados em Maracaju recentemente e atualmente trabalha com o Condomínio São Rafael Arcanjo, que está com cerca de 80% da obra já concluída.

Iniciado em 2014 e com previsão de entrega para o segundo semestre deste ano, o Condomínio São Rafael Arcanjo, conta com duas piscinas, uma de adulto e outra para as crianças, churrasqueira, academia, sauna, salão de festas, pista de caminhada e playground, além de uma visão privilegiada que encanta qualquer interessado em residir em um espaço até então inimaginável em Maracaju, além disso, os apartamentos contam com sala, cozinha, área de serviço, área gourmet, circulação, banheiros, quartos e suíte.

Com características exclusivas, como ser a empresa responsável por ter o primeiro guindaste no interior do estado, a RIWAL também coleciona o destaque de ser a primeira construtora a construir duas torres verticais no município, tem construções em diversas cidades do estado, porém, na cidade de Maracaju está sua sede e diretoria administrativa.

Maracaju é uma cidade com potencial enorme. Temos nossa família aqui constituída e acreditamos cada dia mais em nossa cidade, tanto que construímos o Condomínio São Rafael Arcanjo, pioneiro em diversos quesitos, trazendo para a nossa terra uma construção com as características e qualidade dos grandes centros. Temos orgulho de fazer parte dessa terra e oferecer o que há de melhor para nosso público.” Salientou Aruana.

Rosimari Pinheiro, Sócia-Diretora da EFORT, trabalha com empreendimentos no município há três anos e destacou que a empresa iniciou seus negócios com o Loteamento Jardim Lisboa, indo também ao alto padrão com o Jardim Europa e agora no mais recente Jardim Veneza, que englobará terreno com a casa pronta para morar e que está sendo desenvolvido em parceria com a Construtora Planalto e a Caixa Econômica Federal, onde somente neste último, serão construídas 326 novas casas e com as perspectiva de novos imóveis após a conclusão dessa primeira etapa.


Rosimari Pinheiro, Sócia-Diretora da EFORT: "Maracaju é uma cidade com potencial diferenciado." - Foto: Gessica Souza

Maracaju é uma cidade que tem um potencial diferenciado, aqui tivemos sucesso em todos os empreendimentos lançados pela EFORT, com vendas expressivas em um curto espaço de tempo. Uma cidade com forte potencial no agronegócio, onde os produtores apostam em alta tecnologia e também em pessoas altamente capacitadas e treinadas, visando melhorar a sua produtividade. Nos últimos anos muito tem se falado em crise no país, porém, em Maracaju não foi sentido, principalmente na área imobiliária.” Destacou Rosimari.


Jardim Veneza, sob responsabilidade da EFORT em parceria com a Caixa e Construtora Planalto, mais 326 casas para Maracaju - Foto: Gessica Souza

A diretora destacou que a cidade ter passado alheia a crise nacional é demonstrado claramente através de números, ou seja, com vendas acima da média, a mesma exemplificou ainda os loteamentos pertencentes à EFORT, onde o Jardim Lisboa em menos um mês foram vendidos praticamente 90% dos lotes disponibilizados, naquele local, foram disponibilizados 317 lotes de 200 metros quadrados.

Quando lançamos o Jardim Europa em 40 dias tivemos uma venda acima de 70%, justamente no momento em que se falava em crise no Brasil, porém, na cidade de Maracaju o mercado do agronegócio e comercial é muito forte, enquanto em outras cidades reclama-se de vendas fracas e falta de dinheiro no mercado aqui o contrário acontece, há várias franquias de instalando na cidade, vários empreendedores do ramo imobiliários também se instalando em Maracaju e isso é muito positivo, pois traz uma competitividade no mercado e ainda produtos diferenciados que vai atender a grande demanda.” Reforçou Rosi.


Prédio particular sendo construído na região do Bairro Monte Verde - Foto: Gessica Souza

Por fim, Rosimari destacou que acredita no potencial econômico de Maracaju, principalmente devido a pessoas que residiam em outras cidades, terem escolhido o município para morar e trabalhar, já que a cidade tem uma renda per capita maior e mais atrativa as pessoas.


Engenheiro Civil Fernando Romero Travalão Tripoli, mercado aquecido e bons negócios na construção civil - Foto: Gessica Souza

O Engenheiro Civil Fernando Romero Travalão Tripoli, 26 anos, formou-se em Lins – SP e veio à Maracaju, abrindo uma empresa no ramo de construção civil e atuando juntamente com seu irmão e sócio, o também Engenheiro Civil Romero Travalão Tripoli, iniciaram atuando no ramo de projetos e confessou a nossa reportagem que sempre criavam uma expectativa de trabalho a ser cumprida, porém, logo facilmente a mesma era alcançada, superando a cada ano. Iniciaram especificamente na construção civil em 2013 através de pequenas obras e atualmente a cada ano vem superando suas metas.

Todo ano nossa empresa vem dobrando os valores alcançados através da construção civil, iniciamos com 600 mil em obras, no outro ano 1 milhão, posteriormente 1 milhão e meio e subindo de forma gradativa, mesmo nos períodos taxados como de crise. No ano passado fechamos com 2 milhões e 200 mil e nesse ano estamos com a meta de 2 milhões e 500 mil. São números expressivos e que para o município de Maracaju é altamente positivo.” Salientou Fernando.


Além das torres da RIWAL, pequenos prédios particulares se espalham pela região do Alto Maracaju - Foto: Gessica Souza

Um dos principais problemas e dificuldades alegados pelo Engenheiro Civil Fernando Tripoli ainda é a mão de obra especializada, algo que deve ampliar nos próximos anos, caso não ocorra uma procura intensa por especialização por parte do trabalhador do setor e também devido ao crescimento ainda mais forte do município, que deve ter o cenário nacional ao seu favor, já que os números nacionais demonstram um início ainda tímido, porém, já de crescimento da economia do país.

Nossa perspectiva até o final de Março era pegar certo número de obras, tínhamos equipe também disponível, porém, atualmente já não podemos mais pegar obras para este ano de 2018, já estamos com nosso calendário comprometido. Acredito que isso deve ser especificamente devido à economia de Maracaju, já que em outras cidades o crescimento não se observa de maneira semelhante ao daqui, temos o privilégio da força de nossa pecuária e agricultura, devido à expansão territorial e também pela qualidade de nossas terras.” Reforçou Fernando.

O Engenheiro Civil finalizou destacando que a cidade não sentiu a crise propagada no país, devido a sua pujança e força na economia, mas reforçou que mesmo com o bom momento que a cidade passa a competência e qualidade nos serviços é primordial para fixar o profissional no mercado.


Ampliação da Casa Esporte na Rua 11 de Junho, força da iniciativa privada na cidade - Foto: Divulgação

Secretária de Desenvolvimento Econômico confirma crescimento

Em entrevista ao “Maracaju em Foco” na série de Entrevistas em Foco com os Secretários da Administração de Maurílio Azambuja e que deve ir ao ar de forma completa em breve, a Secretária de Desenvolvimento Econômico Renata de Azambuja Silva Miranda destacou que desde que ingressou na pasta, nota que o município de Maracaju tem sido alvo de procura por diversos investidores.

Noto que Maracaju tem seu brilho próprio, diariamente recebemos ligações de empresários que buscam informações e querem investir no município, pleiteiam incentivos seja através de área ou alguma dedução de impostos, tento atender a todos da melhor forma e passar pelos trâmites legais para incentivá-los a aqui investirem.” Salientou Renata.


Secretária de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente Renata Azambuja em breve no "Entrevista em Foco" - Foto: Gessica Souza

A Secretária ainda destacou que é comum dizer e também ouvir outras pessoas dizerem que a cidade de Maracaju parece passar alheia e não sentir a forte crise que o país passou e está galgando os passos para voltar a crescer. Tal alegação comprova-se pelo número de tamanho e de cifras dos projetos de investimentos que chegam a Secretaria de Desenvolvimento Econômico.


Vista aérea do Condomínio São Rafael Arcanjo ao fundo a cidade de Maracaju em franca expansão - Foto: Divulgação

Os dados do IBGE confirmam o crescimento de Maracaju, onde em 2000 a cidade tinha 26.219 habitantes, passando em 2010 para 37.405 habitantes e em 2014, último censo realizado, 42.101 habitantes, porém, há a perspectiva de que atualmente a cidade tenha superado a casa dos 52.000 habitantes.Outro dado interessante é a frota de veículos que teve uma ampliação entre 2002 e 2014 de 250%, sendo 208% somente de automóveis e 381% de motocicletas.


Jardim Europa, infraestrutura completa sendo e obras aceleradas em Maracaju - Foto: Gessica Souza

Reportagem: Ben Hur Salomão Teixeira – DRT/MS 0001391

Fotos: Gessica Souza - DRT/MS 0001526

Maracaju em Foco

O site de notícias que mais cresce em Maracaju!


Array ( [Novidade] => Array ( [id] => 25403 [user_id] => 23 [titulo] => Com cidade em acelerada expansão, número de novos loteamentos cresce e construção civil passa por seu melhor momento nos últimos anos em Maracaju. Confira. [texto] =>

Condomínio São Rafael Arcanjo da Riwal localizado no Alto Maracaju - Foto: Divulgação

Redação

Não é comum discutir-se nas rodas de amigos, ou tampouco, ouvir de pessoas de outros municípios que, a cidade de Maracaju "É terra de gente rica”, comentário muitas vezes mal interpretado ou observado de forma errônea, por ser aproximado com “Maracaju é terra de bons negócios e de se ganhar dinheiro”.

Alheia a crise nacional sofrida nos anos 2015, 2016 e 2017, enquanto o país ainda caminha a passos lentos para o crescimento, a conhecida terra da linguiça vive, sem dúvida, um momento oposto do país, onde o crescimento é acelerado e ocorre de forma sólida e eficaz.


Entrada Condomínio São Rafael Arcanjo, primeira construção de duas torres verticais na cidade - Foto: Gessica Souza

Tais informações citadas nesta reportagem especial do “Maracaju em Foco” podem ser observadas em um rápido passeio pelas ruas da cidade, inúmeras construções e a criação de novos e atrativos loteamentos, ocorrem de forma quase que simultânea com o crescimento da cidade, sendo desafiador a qualquer gestão pública, manter os serviços em dia, com qualidade e ainda realizar investimentos com olhares para a expansão territorial e populacional que a cidade vive.

Crescimento é comprovado por números da Secretaria de Obras

O ano de 2018 tem sido desafiador para muitos municípios, ano de Copa do Mundo e Eleições Presidenciais, muitos acreditam que tais eventos de magnitude nacional prejudicam os investimentos nas cidades, porém, tal fato não se comprova em Maracaju, segundo a Secretaria de Obras e Urbanismo do município, desde o ano de 2017 o setor tem buscado programar atitudes e regras claras para a iniciativa privada no tocante à construção civil, e buscando o mesmo viés de legitimidade às obras públicas.


Loteamento Jardim Europa da EFORT, crescimento da cidade com lotes de alto padrão - Foto: Lucas Copetti - Via Drone

Com a criação de novos loteamentos, os quais estão sendo aprovados somente com a infraestrutura completa que inclui pavimentação asfáltica, drenagem de águas pluviais, redes de iluminação pública, água e em alguns casos rede de esgotamento sanitário o município tem melhorado o índice de área 100% urbanizada que saltou de 25% para 38% em apenas um ano.


Loteamento Cidade Jardim Maracaju, recém lançado pela São Bento Incorporadora - Foto: Gessica Souza

Um dos principais termômetros que a administração pública pode usar para medir os níveis de desenvolvimento econômico é o monitoramento do mercado que envolve a construção civil, nesse sentido o volume de obras, através dos Alvarás e o Habite-se, para a construção de residências e comércios tem sido acompanhado de perto e avança vigorosamente em Maracaju. Os técnicos da Secretaria de Obras e Urbanismo desenvolvem um estudo dinâmico e monitoramento mensal dos indicadores de construção civil e apontaram que de Dezembro/2017 a Março/2018, ou seja, quatro meses, foram emitidos cerca de 170 alvarás e habite-se, totalizando cerca de 20 mil metros quadrados de área construída, o que gera de acordo com estatísticas, 400 empregos diretos e tantos outros indiretos somente na construção civil.

Segundo Thiago Caminha, Secretário Municipal de Obras, somente nos 18 primeiros dias de Abril, foram 52 atendimentos entre novos projetos e obras concluídas que tiram seus documentos como o Habite-se, gerando dentro das estimativas mais de 100 empregos diretos em 7.500 metros quadrados de obras projetadas.

Isso mostra o reaquecimento da economia da nossa cidade e faz crescer ainda mais a nossa responsabilidade como gestores do processo de urbanização, infraestrutura e mobilidade de nossa cidade. Estamos reorganizando em conjunto com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente o aperfeiçoamento do nosso aparato de Leis que irão reproduzir regras mais claras para a ocupação do solo urbano, aprovação de obras e outras legislações complementares como acessibilidade e arborização. Isso trará tanto aos profissionais da construção civil como a cada cidadão a oportunidade de darem ao município sua contribuição individual, projetando e construindo dentro das normas, nos ajudando a fazer de Maracaju uma cidade mais organizada e melhor pra se viver.” Destacou Thiago Caminha ao Maracaju em Foco.


Recém inaugurado Residencial Romeu Saad trará novas opções de locaçao em Maracaju - Foto: Gessica Souza

Novos loteamentos e construções audaciosas em Maracaju

Outra característica notória em Maracaju é a modernidade, beleza e até mesmo audácia nas construções civis da cidade, comprovando assim o potencial creditado pelos investidores no município. Nossa equipe de reportagem visitou e entrevistou alguns empresários do ramo de loteamentos e também da construção civil, entrevistando-os com exclusividade e também visando conhecer mais de perto o setor e observar as expectativas de cada um perante os negócios em Maracaju.

Com a administração do Sr. Ricardo, a Riwal tem como meta construir 60 projetos em 10 anos, isso graças à confiança conquistada ao logo dos anos de trabalho e mantida pelo Sr. Walter, Diretor da Riwal, que juntamente com a filha Aruana Marcondes, mantém o DNA da construção no sangue, seguindo de geração para geração a Riwal completou 33 anos de trabalhos prestados em Maracaju recentemente e atualmente trabalha com o Condomínio São Rafael Arcanjo, que está com cerca de 80% da obra já concluída.

Iniciado em 2014 e com previsão de entrega para o segundo semestre deste ano, o Condomínio São Rafael Arcanjo, conta com duas piscinas, uma de adulto e outra para as crianças, churrasqueira, academia, sauna, salão de festas, pista de caminhada e playground, além de uma visão privilegiada que encanta qualquer interessado em residir em um espaço até então inimaginável em Maracaju, além disso, os apartamentos contam com sala, cozinha, área de serviço, área gourmet, circulação, banheiros, quartos e suíte.

Com características exclusivas, como ser a empresa responsável por ter o primeiro guindaste no interior do estado, a RIWAL também coleciona o destaque de ser a primeira construtora a construir duas torres verticais no município, tem construções em diversas cidades do estado, porém, na cidade de Maracaju está sua sede e diretoria administrativa.

Maracaju é uma cidade com potencial enorme. Temos nossa família aqui constituída e acreditamos cada dia mais em nossa cidade, tanto que construímos o Condomínio São Rafael Arcanjo, pioneiro em diversos quesitos, trazendo para a nossa terra uma construção com as características e qualidade dos grandes centros. Temos orgulho de fazer parte dessa terra e oferecer o que há de melhor para nosso público.” Salientou Aruana.

Rosimari Pinheiro, Sócia-Diretora da EFORT, trabalha com empreendimentos no município há três anos e destacou que a empresa iniciou seus negócios com o Loteamento Jardim Lisboa, indo também ao alto padrão com o Jardim Europa e agora no mais recente Jardim Veneza, que englobará terreno com a casa pronta para morar e que está sendo desenvolvido em parceria com a Construtora Planalto e a Caixa Econômica Federal, onde somente neste último, serão construídas 326 novas casas e com as perspectiva de novos imóveis após a conclusão dessa primeira etapa.


Rosimari Pinheiro, Sócia-Diretora da EFORT: "Maracaju é uma cidade com potencial diferenciado." - Foto: Gessica Souza

Maracaju é uma cidade que tem um potencial diferenciado, aqui tivemos sucesso em todos os empreendimentos lançados pela EFORT, com vendas expressivas em um curto espaço de tempo. Uma cidade com forte potencial no agronegócio, onde os produtores apostam em alta tecnologia e também em pessoas altamente capacitadas e treinadas, visando melhorar a sua produtividade. Nos últimos anos muito tem se falado em crise no país, porém, em Maracaju não foi sentido, principalmente na área imobiliária.” Destacou Rosimari.


Jardim Veneza, sob responsabilidade da EFORT em parceria com a Caixa e Construtora Planalto, mais 326 casas para Maracaju - Foto: Gessica Souza

A diretora destacou que a cidade ter passado alheia a crise nacional é demonstrado claramente através de números, ou seja, com vendas acima da média, a mesma exemplificou ainda os loteamentos pertencentes à EFORT, onde o Jardim Lisboa em menos um mês foram vendidos praticamente 90% dos lotes disponibilizados, naquele local, foram disponibilizados 317 lotes de 200 metros quadrados.

Quando lançamos o Jardim Europa em 40 dias tivemos uma venda acima de 70%, justamente no momento em que se falava em crise no Brasil, porém, na cidade de Maracaju o mercado do agronegócio e comercial é muito forte, enquanto em outras cidades reclama-se de vendas fracas e falta de dinheiro no mercado aqui o contrário acontece, há várias franquias de instalando na cidade, vários empreendedores do ramo imobiliários também se instalando em Maracaju e isso é muito positivo, pois traz uma competitividade no mercado e ainda produtos diferenciados que vai atender a grande demanda.” Reforçou Rosi.


Prédio particular sendo construído na região do Bairro Monte Verde - Foto: Gessica Souza

Por fim, Rosimari destacou que acredita no potencial econômico de Maracaju, principalmente devido a pessoas que residiam em outras cidades, terem escolhido o município para morar e trabalhar, já que a cidade tem uma renda per capita maior e mais atrativa as pessoas.


Engenheiro Civil Fernando Romero Travalão Tripoli, mercado aquecido e bons negócios na construção civil - Foto: Gessica Souza

O Engenheiro Civil Fernando Romero Travalão Tripoli, 26 anos, formou-se em Lins – SP e veio à Maracaju, abrindo uma empresa no ramo de construção civil e atuando juntamente com seu irmão e sócio, o também Engenheiro Civil Romero Travalão Tripoli, iniciaram atuando no ramo de projetos e confessou a nossa reportagem que sempre criavam uma expectativa de trabalho a ser cumprida, porém, logo facilmente a mesma era alcançada, superando a cada ano. Iniciaram especificamente na construção civil em 2013 através de pequenas obras e atualmente a cada ano vem superando suas metas.

Todo ano nossa empresa vem dobrando os valores alcançados através da construção civil, iniciamos com 600 mil em obras, no outro ano 1 milhão, posteriormente 1 milhão e meio e subindo de forma gradativa, mesmo nos períodos taxados como de crise. No ano passado fechamos com 2 milhões e 200 mil e nesse ano estamos com a meta de 2 milhões e 500 mil. São números expressivos e que para o município de Maracaju é altamente positivo.” Salientou Fernando.


Além das torres da RIWAL, pequenos prédios particulares se espalham pela região do Alto Maracaju - Foto: Gessica Souza

Um dos principais problemas e dificuldades alegados pelo Engenheiro Civil Fernando Tripoli ainda é a mão de obra especializada, algo que deve ampliar nos próximos anos, caso não ocorra uma procura intensa por especialização por parte do trabalhador do setor e também devido ao crescimento ainda mais forte do município, que deve ter o cenário nacional ao seu favor, já que os números nacionais demonstram um início ainda tímido, porém, já de crescimento da economia do país.

Nossa perspectiva até o final de Março era pegar certo número de obras, tínhamos equipe também disponível, porém, atualmente já não podemos mais pegar obras para este ano de 2018, já estamos com nosso calendário comprometido. Acredito que isso deve ser especificamente devido à economia de Maracaju, já que em outras cidades o crescimento não se observa de maneira semelhante ao daqui, temos o privilégio da força de nossa pecuária e agricultura, devido à expansão territorial e também pela qualidade de nossas terras.” Reforçou Fernando.

O Engenheiro Civil finalizou destacando que a cidade não sentiu a crise propagada no país, devido a sua pujança e força na economia, mas reforçou que mesmo com o bom momento que a cidade passa a competência e qualidade nos serviços é primordial para fixar o profissional no mercado.


Ampliação da Casa Esporte na Rua 11 de Junho, força da iniciativa privada na cidade - Foto: Divulgação

Secretária de Desenvolvimento Econômico confirma crescimento

Em entrevista ao “Maracaju em Foco” na série de Entrevistas em Foco com os Secretários da Administração de Maurílio Azambuja e que deve ir ao ar de forma completa em breve, a Secretária de Desenvolvimento Econômico Renata de Azambuja Silva Miranda destacou que desde que ingressou na pasta, nota que o município de Maracaju tem sido alvo de procura por diversos investidores.

Noto que Maracaju tem seu brilho próprio, diariamente recebemos ligações de empresários que buscam informações e querem investir no município, pleiteiam incentivos seja através de área ou alguma dedução de impostos, tento atender a todos da melhor forma e passar pelos trâmites legais para incentivá-los a aqui investirem.” Salientou Renata.


Secretária de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente Renata Azambuja em breve no "Entrevista em Foco" - Foto: Gessica Souza

A Secretária ainda destacou que é comum dizer e também ouvir outras pessoas dizerem que a cidade de Maracaju parece passar alheia e não sentir a forte crise que o país passou e está galgando os passos para voltar a crescer. Tal alegação comprova-se pelo número de tamanho e de cifras dos projetos de investimentos que chegam a Secretaria de Desenvolvimento Econômico.


Vista aérea do Condomínio São Rafael Arcanjo ao fundo a cidade de Maracaju em franca expansão - Foto: Divulgação

Os dados do IBGE confirmam o crescimento de Maracaju, onde em 2000 a cidade tinha 26.219 habitantes, passando em 2010 para 37.405 habitantes e em 2014, último censo realizado, 42.101 habitantes, porém, há a perspectiva de que atualmente a cidade tenha superado a casa dos 52.000 habitantes.Outro dado interessante é a frota de veículos que teve uma ampliação entre 2002 e 2014 de 250%, sendo 208% somente de automóveis e 381% de motocicletas.


Jardim Europa, infraestrutura completa sendo e obras aceleradas em Maracaju - Foto: Gessica Souza

Reportagem: Ben Hur Salomão Teixeira – DRT/MS 0001391

Fotos: Gessica Souza - DRT/MS 0001526

Maracaju em Foco

O site de notícias que mais cresce em Maracaju!

[imagem] => c43e23cd70ed828802b95806a911c3b5.jpg [url] => com-cidade-em-acelerada-expansao-numero-de-novos-loteamentos-cresce-e-construcao-civil-passa-por-seu-melhor-momento-nos-ultimos-anos-em-maracaju-confi [visualizacoes] => 900 [created] => 23 de abril de 2018 - 14:57 [destaque] => 1 [scroll] => 1 [categoria_id] => 12 ) [User] => Array ( [id] => 23 [fullname] => Ben Hur Salomão Teixeira [active] => 1 [role] => adm ) [Categoria] => Array ( [id] => 12 [nome] => Última Hora [url] => ultima-hora [prioridade] => 1 ) [Noticiagaleria] => Array ( ) [Video] => Array ( ) ) 1
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio