ONU certificará Brasil como país livre de aftosa por vacinação

11 de janeiro de 2018 - 09:13 | Rural em Foco

Maracaju em Foco - Notícias - ONU certificará Brasil como  país livre de aftosa por vacinação

O Brasil recerá oficialmente o comunicado de país livre da febre aftosa com vacinação, na próxima reunião anual da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), a ser realizada em Paris (França).

A certificação será formalizada em maio de 2018 e contribuirá na ampliação e abertura de novos mercados internacionais às carnes brasileiras. 

O reconhecimento pela OIE deverá consolidar o processo de reconhecimento feito pelo Mapa. No início de dezembro, quando foram declaradas novas zonas livres da febre aftosa com vacinação no Amapá, Roraima, em grande parte do Amazonas e em áreas de proteção no Pará, finalizou-se nacionalmente o processo de erradicação da doença. Em abril de 2017 completaram-se 11 anos sem registro de ocorrência de aftosa no país.

Durante o V Encontro Nacional de Defesa Sanitária Animal (Endesa 2017), no Pará, no mês de dezembro, o ministro Blairo Maggi, falou do “coroamento de 60 anos de trabalho para o Brasil ser livre de aftosa com vacinação”.

Estratégia importante em relação ao enfrentamento da doença em curso é a execução do Plano Estratégico do PNEFA 2017-2026, com o objetivo de criar e manter condições sustentáveis para garantir o status de país livre da febre aftosa com vacinação e ampliar as zonas livres da doença (sem vacinação). Zona livre sem vacinação, representada pelo estado de Santa Catarina, manteve em 2017 seu status sanitário. 

Fonte: Correio do Estado


Array ( [Novidade] => Array ( [id] => 23019 [user_id] => 23 [titulo] => ONU certificará Brasil como país livre de aftosa por vacinação [texto] =>

O Brasil recerá oficialmente o comunicado de país livre da febre aftosa com vacinação, na próxima reunião anual da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), a ser realizada em Paris (França).

A certificação será formalizada em maio de 2018 e contribuirá na ampliação e abertura de novos mercados internacionais às carnes brasileiras. 

O reconhecimento pela OIE deverá consolidar o processo de reconhecimento feito pelo Mapa. No início de dezembro, quando foram declaradas novas zonas livres da febre aftosa com vacinação no Amapá, Roraima, em grande parte do Amazonas e em áreas de proteção no Pará, finalizou-se nacionalmente o processo de erradicação da doença. Em abril de 2017 completaram-se 11 anos sem registro de ocorrência de aftosa no país.

Durante o V Encontro Nacional de Defesa Sanitária Animal (Endesa 2017), no Pará, no mês de dezembro, o ministro Blairo Maggi, falou do “coroamento de 60 anos de trabalho para o Brasil ser livre de aftosa com vacinação”.

Estratégia importante em relação ao enfrentamento da doença em curso é a execução do Plano Estratégico do PNEFA 2017-2026, com o objetivo de criar e manter condições sustentáveis para garantir o status de país livre da febre aftosa com vacinação e ampliar as zonas livres da doença (sem vacinação). Zona livre sem vacinação, representada pelo estado de Santa Catarina, manteve em 2017 seu status sanitário. 

Fonte: Correio do Estado

[imagem] => 2e5438e35884db1b65bd33ccfa5de2ce.jpg [url] => onu-certificara-brasil-como-pais-livre-de-aftosa-por-vacinacao [visualizacoes] => 0 [created] => 11 de janeiro de 2018 - 09:13 [destaque] => [scroll] => [categoria_id] => 24 ) [User] => Array ( [id] => 23 [fullname] => Ben Hur Salomão Teixeira [active] => 1 [role] => adm ) [Categoria] => Array ( [id] => 24 [nome] => Rural em Foco [url] => rural-em-foco [prioridade] => 5 ) [Noticiagaleria] => Array ( ) [Video] => Array ( ) ) 1
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio