Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio

Plantio da Safra 2018/19 de milho deve atingir 9 milhões de toneladas em MS

01 de February de 2019 - 08:11 | Rural em Foco

Maracaju em Foco - Notícias - Plantio da Safra 2018/19 de milho deve atingir 9 milhões de toneladas em MS

O Secretário Jaime Verruck, titular da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) representou o governador Reinaldo Azambuja no evento de lançamento oficial da colheita de soja e plantio de milho, safra 2018/2019, de Mato Grosso do Sul. O evento organizado pela Associação dos Produtores de Soja de MS (Aprosoja/MS) , com apoio da Federação da Agricultura do Estado (Famasul) e do Governo do Estado, aconteceu na Fazenda Luana, do agricultor, Bruno Maggioni, localizada em Campo Grande.

O Presidente da Famasul, Mauricio Saito, falou dos cenários extremos da temporada. “Em relação à soja, podemos dizer que o clima foi fator relevante para o desenvolvimento da cultura no Estado, com relatos de produtividade inferior a 25 sacas por hectare”, afirmou, destacando ainda: “A situação exige que o agricultor aplique suas habilidades em planejamento para conduzir a atividade mesmo diante dos possíveis impactos”.

Em relação à safra de milho, o presidente da Federação acrescentou: “Para a 2ª safra, se a condição climática for favorável, a perspectiva é positiva com relação à demanda do mercado externo, que projeta uma melhor precificação”.

Saito reforçou também que “é o momento de fazer gestão para garantir bons resultados na evolução do ciclo das duas culturas e também de sensibilizar o Governo Federal sobre a importância para o setor da permanência das linhas de créditos, garantia de recursos e manutenção dos juros para financiamentos”.

O presidente da Aprosoja/MS, Juliano Schmaedecke, apresentou os dados referentes à colheita e plantio. “As regiões Sul e Centro enfrentaram, em média, de 10 a 25 dias sem chuvas, mas há registros de propriedades sem precipitações por 45 dias. Neste ciclo passamos a ter 5,18% a mais de área para o cultivo de soja, expansão que aconteceu sobre áreas antes dedicadas à pastagem e produção de cana”, ressalta.

Projeção

A Aprosoja/MS, previu durante a fase de plantio uma produção de 10 milhões de toneladas, porém com as intempéries climáticas em diversos municípios, principalmente aqueles da região Sul do Estado, a estimativa foi reduzida para 8,947 milhões da oleaginosa, volume 6,6% menor que a última safra.

Para o milho a projeção é de 1,9 milhão de hectares destinados ao cultivo do cereal, sendo que deste total, 8,4% já encontram-se semeados. A temporada deve alcançar 9 milhões de toneladas, 14,85% a mais que no ciclo anterior.

Comercialização

Aproximadamente 40% da safra foi negociada antecipadamente. Em janeiro de 2018, o preço registrado para a saca de soja era de R$ 62,94, para o mesmo período deste ano, o valor é de R$ 66,06, acréscimo de quase 5%.

Participaram do evento o diretor-tesoureiro do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni; o diretor-secretário, Frederico Stella; a 2ª secretária, Thais Carbonaro Faleiros; o vice-presidente da Aprosoja/MS, André Dobashi; o chefe geral interino da Embrapa Gado de Corte, Roney Mamede; o chefe-geral da Embrapa Agropecuária Oeste, Guilherme Asmus.

Além da diretora-técnica do Sistema Famasul, Mariana Urt, do ex-presidente da Aprosoja/MS, Almir Dalpasquale e do Superintendente da Semagro, Rogério Beretta.

Kelly Ventorim. com informações da Famasul

Foto: Divulgação


Array ( [Novidade] => Array ( [id] => 31116 [user_id] => 23 [titulo] => Plantio da Safra 2018/19 de milho deve atingir 9 milhões de toneladas em MS [texto] =>

O Secretário Jaime Verruck, titular da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) representou o governador Reinaldo Azambuja no evento de lançamento oficial da colheita de soja e plantio de milho, safra 2018/2019, de Mato Grosso do Sul. O evento organizado pela Associação dos Produtores de Soja de MS (Aprosoja/MS) , com apoio da Federação da Agricultura do Estado (Famasul) e do Governo do Estado, aconteceu na Fazenda Luana, do agricultor, Bruno Maggioni, localizada em Campo Grande.

O Presidente da Famasul, Mauricio Saito, falou dos cenários extremos da temporada. “Em relação à soja, podemos dizer que o clima foi fator relevante para o desenvolvimento da cultura no Estado, com relatos de produtividade inferior a 25 sacas por hectare”, afirmou, destacando ainda: “A situação exige que o agricultor aplique suas habilidades em planejamento para conduzir a atividade mesmo diante dos possíveis impactos”.

Em relação à safra de milho, o presidente da Federação acrescentou: “Para a 2ª safra, se a condição climática for favorável, a perspectiva é positiva com relação à demanda do mercado externo, que projeta uma melhor precificação”.

Saito reforçou também que “é o momento de fazer gestão para garantir bons resultados na evolução do ciclo das duas culturas e também de sensibilizar o Governo Federal sobre a importância para o setor da permanência das linhas de créditos, garantia de recursos e manutenção dos juros para financiamentos”.

O presidente da Aprosoja/MS, Juliano Schmaedecke, apresentou os dados referentes à colheita e plantio. “As regiões Sul e Centro enfrentaram, em média, de 10 a 25 dias sem chuvas, mas há registros de propriedades sem precipitações por 45 dias. Neste ciclo passamos a ter 5,18% a mais de área para o cultivo de soja, expansão que aconteceu sobre áreas antes dedicadas à pastagem e produção de cana”, ressalta.

Projeção

A Aprosoja/MS, previu durante a fase de plantio uma produção de 10 milhões de toneladas, porém com as intempéries climáticas em diversos municípios, principalmente aqueles da região Sul do Estado, a estimativa foi reduzida para 8,947 milhões da oleaginosa, volume 6,6% menor que a última safra.

Para o milho a projeção é de 1,9 milhão de hectares destinados ao cultivo do cereal, sendo que deste total, 8,4% já encontram-se semeados. A temporada deve alcançar 9 milhões de toneladas, 14,85% a mais que no ciclo anterior.

Comercialização

Aproximadamente 40% da safra foi negociada antecipadamente. Em janeiro de 2018, o preço registrado para a saca de soja era de R$ 62,94, para o mesmo período deste ano, o valor é de R$ 66,06, acréscimo de quase 5%.

Participaram do evento o diretor-tesoureiro do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni; o diretor-secretário, Frederico Stella; a 2ª secretária, Thais Carbonaro Faleiros; o vice-presidente da Aprosoja/MS, André Dobashi; o chefe geral interino da Embrapa Gado de Corte, Roney Mamede; o chefe-geral da Embrapa Agropecuária Oeste, Guilherme Asmus.

Além da diretora-técnica do Sistema Famasul, Mariana Urt, do ex-presidente da Aprosoja/MS, Almir Dalpasquale e do Superintendente da Semagro, Rogério Beretta.

Kelly Ventorim. com informações da Famasul

Foto: Divulgação

[imagem] => 8d97548573917df76d25baac8a9de68b.jpg [url] => plantio-da-safra-2018-19-de-milho-deve-atingir-9-milhoes-de-toneladas-em-ms [visualizacoes] => 200 [created] => 01 de February de 2019 - 08:11 [destaque] => [scroll] => [categoria_id] => 24 ) [User] => Array ( [id] => 23 [fullname] => Ben Hur Salomão Teixeira [active] => 1 [role] => adm ) [Categoria] => Array ( [id] => 24 [nome] => Rural em Foco [url] => rural-em-foco [prioridade] => 5 ) [Noticiagaleria] => Array ( ) [Video] => Array ( ) ) 1
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio