Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio

Dr. Francisco Netto: Como está a sua SAÚDE MENTAL frente a essa Pandemia?

01 de April de 2021 - 10:41 | Colunista em Foco

Maracaju em Foco - Notícias - Dr. Francisco Netto: Como está a sua SAÚDE MENTAL frente a essa Pandemia?

Segundo pesquisa sobre Saúde Mental e Pandemia recém-divulgada pela Fiocruz, 54% dos mais de 40 mil entrevistados disseram se sentir tristes, deprimidos, ansiosos ou nervosos, e este percentual chegou a 70% entre os adultos jovens de 18 a 29 anos.

Segundo o Dr. Francisco Netto “Frente a este cenário de pandemia, é perceptível que cada dia mais as pessoas têm procurado ajuda, e tem aumentado a demanda de consultas em Saúde mental, três vezes mais em relação a 2019, desde o inicio da pandemia. Houve aumento exponencial de ansiedade e depressão em adultos e jovens, além de piora em quadros de ansiedade, insônia, dor e burnout. Infelizmente, o uso indiscriminado de medicamentos antidepressivos, o consumo abusivo do álcool e do cigarro, o descontrole alimentar, a redução expressiva nas horas dedicadas a atividades físicas, assim como um maior número de horas sedentárias gastas nas telas da TV ou do celular foram referidas como as formas mais comuns de “enfrentamento” para o momento atual. 

E você, como você está? Como anda a sua saúde mental? 

Você anda desanimado, preocupado, com insônia, apresentando alterações no humor, se pega às vezes com vontade de chorar ou com medo de ficar doente? Acalme-se! Você não está sozinho! Estamos vivendo a angústia a este momento de grandes perdas e indefinições. Sentir medo é o que te faz buscar informações embasadas, seguir orientações de enfrentamento da pandemia, continuar trabalhando e cuidando das suas responsabilidades diárias. Por outro lado, dar colo aos seus afetos negativos e deixar que eles se expressem é uma forma saudável de, dentro da realidade de cada um, pensar como iremos atravessar este tsunami de emoções e nos mover em direção à vida, agora e no período que tudo isso passar. 

Cada um de nós tem em seu universo particular maneiras de enfrentar suas angústias. Alguns ouvem música, tocam um instrumento, leem, escrevem, estudam, arrumam a casa, cozinham, choram, fazem chats, ficam em completo silêncio, curtem animais, amigos, jogam videogame, fazem exercícios, meditam, alongam, respiram, rezam, assistem lives, aprendem arte ou se engajam em projetos sociais.

Evite comportamentos deletérios. Faça o que tem a ver com você, faça o melhor que você pode naquele instante, e faça uma lista de desejos para quando tudo isso passar. Perceba que buscar aquilo que faz sentido para você será o motor das nossas ações hoje e sempre.

Aí vai algumas dicas de como manter o equilíbrio Emocional diante de tudo em que estamos vivendo: 

Lembre-se que você não está sozinho. Todos estão na mesma situação. E, apesar disso, cada um encontra uma melhor forma de lidar com este momento. Não se compare com outras pessoas e tente encontrar o que mais funciona para você.

Este é um momento intenso e fora do comum. É completamente normal se sentir triste, assustado e/ou menos produtivo que o habitual. Uma pandemia e o distanciamento social geram diversas emoções que são difíceis de lidar. Novos sentimentos são esperados. Não se cobre para estar bem 100% do tempo.

Observe suas demandas internas. Abafar e ignorar sentimentos não são saudáveis. Tente colocar tudo o que está acontecendo no mundo em perspectiva e relacione ao que você está sentindo - estão interligados? Se colocar como parte do todo vai trazer autoconhecimento e facilitará encontrar o equilíbrio da situação.

Limite o tempo ligado nas notícias.  É importante estar informado, mas são muitos processos acontecendo ao mesmo tempo - e todos eles bastante intensos. Mudanças na rotina de trabalho, no relacionamento com amigos e família, dilemas políticos e financeiros em todo o mundo. Estipule quanto tempo do seu dia você pode se dedicar ao consumo de notícias e, se necessário, reduza. Não se esqueça de buscar fontes oficiais para evitar notícias falsas.

Descanse. O sono regular interfere diretamente no equilíbrio emocional. Portanto, tente dormir 8 horas por dia. Busque atividades que auxiliem no sono profundo e de qualidade. 

•  Alimente-se bem. Ter atenção ao que se come e priorizar uma dieta balanceada permite a ingestão de todos os nutrientes necessários ao organismo. Isso ajuda no bom funcionamento dos processos químicos do cérebro. Cuidar do corpo também é cuidar da mente. 

•  Evite drogas como escape do estresse. Álcool e tabaco se tornam vícios e, a longo prazo, causam muito malefícios à saúde física e mental. 

•  Fortaleça seus contatos, ainda que à distância. Uma conversa com amigos ou com a família por mensagens, ligações telefônicas ou videochamadas pode aliviar sensações ruins. Também faz relembrar que existe uma rede de apoio com a qual você pode contar.

Dr. Francisco José Netto, Médico, graduado pela Universidade de Marília, (2012/2017), atualmente em Maracaju – MS. 

Pós Graduado em Psiquiatria pelo Instituto Brasileiro de Ciências Médicas – SP. 

Atualmente, especializando em Psiquiatria da Infância e da Adolescência e Dependência Química. 

Atua na Equipe Saúde da Família no Egídio Ribeiro e Clínica Bella Mater EM Maracaju – MS. 

Atua no CEM – Centro de Especialidades Médica de Guia Lopes da Laguna – MS e na Pronto Med em Jardim – MS,   devidamente registrado no CRM/MS: 9657. 

Contato: (67) 9 98610003

FARMÁCIA DE PLANTÃO: Confira aqui no "Maracaju em Foco" o calendário das Farmácias de Plantão, vá direto ao link a selecione o mês desejado, clique aqui.

VÍDEOS EM FOCO: Assista nossas principais reportagens em vídeo, mesmo não estando no Facebook, clique aqui.

Maracaju em Foco

A notícia em primeiro lugar!

Curta nossa página: https://www.facebook.com/mjuemfoco/

Siga-nos no Instagram: https://instagram.com/maracajuemfoco


Array ( [Novidade] => Array ( [id] => 45683 [user_id] => 23 [titulo] => Dr. Francisco Netto: Como está a sua SAÚDE MENTAL frente a essa Pandemia? [texto] =>

Segundo pesquisa sobre Saúde Mental e Pandemia recém-divulgada pela Fiocruz, 54% dos mais de 40 mil entrevistados disseram se sentir tristes, deprimidos, ansiosos ou nervosos, e este percentual chegou a 70% entre os adultos jovens de 18 a 29 anos.

Segundo o Dr. Francisco Netto “Frente a este cenário de pandemia, é perceptível que cada dia mais as pessoas têm procurado ajuda, e tem aumentado a demanda de consultas em Saúde mental, três vezes mais em relação a 2019, desde o inicio da pandemia. Houve aumento exponencial de ansiedade e depressão em adultos e jovens, além de piora em quadros de ansiedade, insônia, dor e burnout. Infelizmente, o uso indiscriminado de medicamentos antidepressivos, o consumo abusivo do álcool e do cigarro, o descontrole alimentar, a redução expressiva nas horas dedicadas a atividades físicas, assim como um maior número de horas sedentárias gastas nas telas da TV ou do celular foram referidas como as formas mais comuns de “enfrentamento” para o momento atual. 

E você, como você está? Como anda a sua saúde mental? 

Você anda desanimado, preocupado, com insônia, apresentando alterações no humor, se pega às vezes com vontade de chorar ou com medo de ficar doente? Acalme-se! Você não está sozinho! Estamos vivendo a angústia a este momento de grandes perdas e indefinições. Sentir medo é o que te faz buscar informações embasadas, seguir orientações de enfrentamento da pandemia, continuar trabalhando e cuidando das suas responsabilidades diárias. Por outro lado, dar colo aos seus afetos negativos e deixar que eles se expressem é uma forma saudável de, dentro da realidade de cada um, pensar como iremos atravessar este tsunami de emoções e nos mover em direção à vida, agora e no período que tudo isso passar. 

Cada um de nós tem em seu universo particular maneiras de enfrentar suas angústias. Alguns ouvem música, tocam um instrumento, leem, escrevem, estudam, arrumam a casa, cozinham, choram, fazem chats, ficam em completo silêncio, curtem animais, amigos, jogam videogame, fazem exercícios, meditam, alongam, respiram, rezam, assistem lives, aprendem arte ou se engajam em projetos sociais.

Evite comportamentos deletérios. Faça o que tem a ver com você, faça o melhor que você pode naquele instante, e faça uma lista de desejos para quando tudo isso passar. Perceba que buscar aquilo que faz sentido para você será o motor das nossas ações hoje e sempre.

Aí vai algumas dicas de como manter o equilíbrio Emocional diante de tudo em que estamos vivendo: 

Lembre-se que você não está sozinho. Todos estão na mesma situação. E, apesar disso, cada um encontra uma melhor forma de lidar com este momento. Não se compare com outras pessoas e tente encontrar o que mais funciona para você.

Este é um momento intenso e fora do comum. É completamente normal se sentir triste, assustado e/ou menos produtivo que o habitual. Uma pandemia e o distanciamento social geram diversas emoções que são difíceis de lidar. Novos sentimentos são esperados. Não se cobre para estar bem 100% do tempo.

Observe suas demandas internas. Abafar e ignorar sentimentos não são saudáveis. Tente colocar tudo o que está acontecendo no mundo em perspectiva e relacione ao que você está sentindo - estão interligados? Se colocar como parte do todo vai trazer autoconhecimento e facilitará encontrar o equilíbrio da situação.

Limite o tempo ligado nas notícias.  É importante estar informado, mas são muitos processos acontecendo ao mesmo tempo - e todos eles bastante intensos. Mudanças na rotina de trabalho, no relacionamento com amigos e família, dilemas políticos e financeiros em todo o mundo. Estipule quanto tempo do seu dia você pode se dedicar ao consumo de notícias e, se necessário, reduza. Não se esqueça de buscar fontes oficiais para evitar notícias falsas.

Descanse. O sono regular interfere diretamente no equilíbrio emocional. Portanto, tente dormir 8 horas por dia. Busque atividades que auxiliem no sono profundo e de qualidade. 

•  Alimente-se bem. Ter atenção ao que se come e priorizar uma dieta balanceada permite a ingestão de todos os nutrientes necessários ao organismo. Isso ajuda no bom funcionamento dos processos químicos do cérebro. Cuidar do corpo também é cuidar da mente. 

•  Evite drogas como escape do estresse. Álcool e tabaco se tornam vícios e, a longo prazo, causam muito malefícios à saúde física e mental. 

•  Fortaleça seus contatos, ainda que à distância. Uma conversa com amigos ou com a família por mensagens, ligações telefônicas ou videochamadas pode aliviar sensações ruins. Também faz relembrar que existe uma rede de apoio com a qual você pode contar.

Dr. Francisco José Netto, Médico, graduado pela Universidade de Marília, (2012/2017), atualmente em Maracaju – MS. 

Pós Graduado em Psiquiatria pelo Instituto Brasileiro de Ciências Médicas – SP. 

Atualmente, especializando em Psiquiatria da Infância e da Adolescência e Dependência Química. 

Atua na Equipe Saúde da Família no Egídio Ribeiro e Clínica Bella Mater EM Maracaju – MS. 

Atua no CEM – Centro de Especialidades Médica de Guia Lopes da Laguna – MS e na Pronto Med em Jardim – MS,   devidamente registrado no CRM/MS: 9657. 

Contato: (67) 9 98610003

FARMÁCIA DE PLANTÃO: Confira aqui no "Maracaju em Foco" o calendário das Farmácias de Plantão, vá direto ao link a selecione o mês desejado, clique aqui.

VÍDEOS EM FOCO: Assista nossas principais reportagens em vídeo, mesmo não estando no Facebook, clique aqui.

Maracaju em Foco

A notícia em primeiro lugar!

Curta nossa página: https://www.facebook.com/mjuemfoco/

Siga-nos no Instagram: https://instagram.com/maracajuemfoco

[imagem] => afce708613090e3c3b33417d43302a27.jpg [url] => dr-francisco-netto-como-esta-a-sua-saude-mental-frente-a-essa-pandemia [visualizacoes] => 300 [created] => 01 de April de 2021 - 10:41 [destaque] => [scroll] => [categoria_id] => 9 ) [User] => Array ( [id] => 23 [fullname] => Ben Hur Salomão Teixeira [active] => 1 [role] => adm ) [Categoria] => Array ( [id] => 9 [nome] => Colunista em Foco [url] => colunista-em-foco [prioridade] => 1 ) [Noticiagaleria] => Array ( ) [Video] => Array ( ) ) 1
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio