Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio

Médica Pediatra Dra. Nathália Amantéa Cirne: Como agir diante da febre dos pequenos.

29 de December de 2020 - 07:46 | Colunista em Foco

Maracaju em Foco - Notícias - Médica Pediatra Dra. Nathália Amantéa Cirne: Como agir diante da febre dos pequenos.

A febre é um mecanismo de defesa do próprio organismo contra infecções por vírus e bactérias. Portanto, ela não é uma doença, mas sim um sintoma.

Consideramos febre somente as temperaturas acima de 37,8ºC. Abaixo disso, não é necessário sequer medicar. A febre só deve ser medicada se a criança apresentar sinais como tremores, mal-estar, falta de apetite, irritabilidade, sonolência e fraqueza.

Quando devemos nos preocupar com a febre:

- Se persistir por mais de 72 horas;

- Se estiver acima de 39,4ºC, especialmente se acompanhada de calafrios;

- Qualquer pico febril em recém-nascidos com menos de 1 mês de vida;

- Quando, mesmo na ausência de febre, a criança estiver caidinha, muito molinha, com o xixi mais escuro ou em menor quantidade;

- Choro inconsolável;

- Palidez, pele com cor irregular ou manchas pelo corpo;

- Respiração gemente ou ofegante, mesmo que sem febre.

Algumas orientações caso seu bebê apresente febre:

- Se ele está com febre mas está dormindo tranquilamente, jamais o acorde para medicá-lo;

- Estimule-o a tomar líquidos, evitando assim a desidratação (aos bebês que mamam, apenas o peito basta);

- Somente o medique se houver outros sintomas além da febre;

- Não dê banho com álcool misturado à água para baixar a febre (devido às chances de intoxicação);

- Não tire toda a roupa nem o agasalhe muito;

- Ofereça alimentos conforme a aceitação;

- Leia as instruções de uso do termômetro que você utiliza, evitando medir incorretamente a temperatura do bebê.

Vale lembrar que a febre alta não causa convulsões, e a medicação contra a febre também não previne a convulsão. A criança só convulsionará se ela tiver uma predisposição à convulsão febril, o que poderá ocorrer até mesmo em temperaturas mais baixas.

Na dúvida, consulte sempre o pediatra, principalmente antes de optar por algum medicamento.

Dra. Nathália Amantéa Cirne

Médica Pediatra

Membro da Sociedade Brasileira de Pediatria

CRM-MS 9583 | RQE 6387 | TEP 178160

 

FARMÁCIA DE PLANTÃO: Confira aqui no "Maracaju em Foco" o calendário das Farmácias de Plantão, vá direto ao link a selecione o mês desejado, clique aqui.

VÍDEOS EM FOCO: Assista nossas principais reportagens em vídeo, mesmo não estando no Facebook, clique aqui.

Maracaju em Foco

A notícia em primeiro lugar!

Curta nossa página: https://www.facebook.com/mjuemfoco/

Siga-nos no Instagram: https://instagram.com/maracajuemfoco


Array ( [Novidade] => Array ( [id] => 43535 [user_id] => 23 [titulo] => Médica Pediatra Dra. Nathália Amantéa Cirne: Como agir diante da febre dos pequenos. [texto] =>

A febre é um mecanismo de defesa do próprio organismo contra infecções por vírus e bactérias. Portanto, ela não é uma doença, mas sim um sintoma.

Consideramos febre somente as temperaturas acima de 37,8ºC. Abaixo disso, não é necessário sequer medicar. A febre só deve ser medicada se a criança apresentar sinais como tremores, mal-estar, falta de apetite, irritabilidade, sonolência e fraqueza.

Quando devemos nos preocupar com a febre:

- Se persistir por mais de 72 horas;

- Se estiver acima de 39,4ºC, especialmente se acompanhada de calafrios;

- Qualquer pico febril em recém-nascidos com menos de 1 mês de vida;

- Quando, mesmo na ausência de febre, a criança estiver caidinha, muito molinha, com o xixi mais escuro ou em menor quantidade;

- Choro inconsolável;

- Palidez, pele com cor irregular ou manchas pelo corpo;

- Respiração gemente ou ofegante, mesmo que sem febre.

Algumas orientações caso seu bebê apresente febre:

- Se ele está com febre mas está dormindo tranquilamente, jamais o acorde para medicá-lo;

- Estimule-o a tomar líquidos, evitando assim a desidratação (aos bebês que mamam, apenas o peito basta);

- Somente o medique se houver outros sintomas além da febre;

- Não dê banho com álcool misturado à água para baixar a febre (devido às chances de intoxicação);

- Não tire toda a roupa nem o agasalhe muito;

- Ofereça alimentos conforme a aceitação;

- Leia as instruções de uso do termômetro que você utiliza, evitando medir incorretamente a temperatura do bebê.

Vale lembrar que a febre alta não causa convulsões, e a medicação contra a febre também não previne a convulsão. A criança só convulsionará se ela tiver uma predisposição à convulsão febril, o que poderá ocorrer até mesmo em temperaturas mais baixas.

Na dúvida, consulte sempre o pediatra, principalmente antes de optar por algum medicamento.

Dra. Nathália Amantéa Cirne

Médica Pediatra

Membro da Sociedade Brasileira de Pediatria

CRM-MS 9583 | RQE 6387 | TEP 178160

 

FARMÁCIA DE PLANTÃO: Confira aqui no "Maracaju em Foco" o calendário das Farmácias de Plantão, vá direto ao link a selecione o mês desejado, clique aqui.

VÍDEOS EM FOCO: Assista nossas principais reportagens em vídeo, mesmo não estando no Facebook, clique aqui.

Maracaju em Foco

A notícia em primeiro lugar!

Curta nossa página: https://www.facebook.com/mjuemfoco/

Siga-nos no Instagram: https://instagram.com/maracajuemfoco

[imagem] => 3a3aaa18507fca9959acf40b8d925bd2.jpg [url] => medica-pediatra-dra-nathalia-amantea-cirne-como-agir-diante-da-febre-dos-pequenos [visualizacoes] => 300 [created] => 29 de December de 2020 - 07:46 [destaque] => [scroll] => [categoria_id] => 9 ) [User] => Array ( [id] => 23 [fullname] => Ben Hur Salomão Teixeira [active] => 1 [role] => adm ) [Categoria] => Array ( [id] => 9 [nome] => Colunista em Foco [url] => colunista-em-foco [prioridade] => 1 ) [Noticiagaleria] => Array ( ) [Video] => Array ( ) ) 1
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio