Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio

Programa Mais Social garante alimento para famílias em situação de vulnerabilidade em Mato Grosso do Sul

22 de May de 2022 - 14:13 | Cidades

Maracaju em Foco - Notícias - Programa Mais Social garante alimento para famílias em situação de vulnerabilidade em Mato Grosso do Sul

No período de frios intensos, Governo de MS garante alimento para a população e movimenta setores para doação de agasalhos e cobertores

A Pandemia empurrou grande número de famílias para as favelas. São pessoas que já viviam na linha tênue entre serviço esporádico ou temporário e o desemprego e, consequentemente, sem renda mensal. Trata-se de grupo de pessoas considerados seres invisíveis da sociedade e agora estão se virando como podem para sobreviver ante uma crise sem precedentes. E, é aí que surge uma luz no fim do túnel. A vulnerabilidade, a desesperança e o fantasma da fome são amenizados por uma ação efetiva do Governo de Mato grosso do Sul.

Trata-se do programa Mais Social, um auxílio financeiro de R$ 300 para famílias em situação de vulnerabilidade. O benefício foi criado ano passado, junto com um pacote de outras ações, para socorrer os mais atingidos pela pandemia da Covid-19.

A maioria desta camada da população vive hoje de bicos, e na situação em que se encontra o País, muitos já nem conseguem emprego, e não sabem ao certo quando poderão voltar a retomar a vida de antes.

O recurso é muito bem-vindo para quem sofre com orçamento apertado e tem que pagar as contas e garantir o alimento de cada dia. 

Caso de dona Rosangela Aparecida da Silva, ela recebe R$ 300 mensal. Ela mora em uma pequena casa, na Rua Piraputanga, no Jardim Noroeste, junto com o marido, dois filhos e dois netos. Uma das filhas, de 24 anos, é a única a prestar serviço fora cuidando de um idoso. Pelo trabalho recebe R$ 400. Junto com o valor do Mais Social completa renda de R$ 700 mensalmente.

 “O Mais Social tem nos ajudado muito. Usamos o dinheiro para comprar gás de cozinha, arroz e feijão. O almoço de hoje é graças ao Governo do Estado”, disse Rosangela mostrando as panelas cheias de comida em cima do fogão.

Morando com o marido, dois filhos e dois netos na mesma residência, Rosangela explica que o benefício estadual tem sido praticamente uma das únicas rendas da família. “Recebemos R$ 300 do Governo do Estado e minha família ganha R$ 400 por mês cuidando de um idoso. O Mais Social é essencial e a garantia para que possamos comprar comida. Somos muito Gratos ao Governo do Estado”, completou.

O programa Mais Social atende famílias em situação de vulnerabilidade social, insegurança alimentar e nutricional. Cada família recebe o valor de R$ 300 por mês. O Mais Social pode ser utilizado em qualquer estabelecimento comercial para compra de comida e de itens de higiene. Os beneficiados também podem usar o cartão para a compra de gás de cozinha (GLP).

Há três meses, Edivani Silva de Lima conta com o benefício e afirma que tem sido fundamental para comprar alimento para a filha de um ano e três meses. Morando em casa de familiares, ela conta que o valor garente o leite da criança e o alimento do casal. “Eu e meu marido não conseguimos mais pagar aluguel e tivemos que deixar a nossa casa. Com a ajuda do Governo do Estado tenho conseguido comprar comida e leite para a minha bebê. Somos muito agradecidos por isso”, disse.

O programa do Governo do Estado beneficia pessoas com renda mensal familiar per capita inferior a meio salário mínimo.

Trabalhando como auxiliar de limpeza, Marileide Matias do nascimento também se enquadra nos critérios para receber o Mais Social. “Mesmo trabalhando é difícil manter a família. Com o programaeu consigo comprar alimento para os meus filhos. Graças a deus que temos esse benefício do Governo do Estado que nos ajuda”, disse.

O programa foi lançado em 2021, com a intenção de combater a insegurança alimentar no Estado, permitindo a seleção de famílias carentes para receber esta ajuda mensal, em uma medida que será permanente e não apenas temporário. No ano passado, o governador Reinaldo Azambuja ampliou o valor do benefício que passou para R$ 300 reais mês. A decisão veio em bom momento para engrossar a rendas das famílias que vivem com renda abaixo do salário mínimo e sofrem com as altas dos preços dos alimentos e do gás de cozinha, item que figura hoje como um dos vilões do orçamento familiar na hora de garantir o arroz com feijão na mesa desses sul-mato-grossenses.

Aqueça uma vida

O frio deste ano promete ser mais mais intenso e o Governo do Estado ampliou a meta para a arrecadação de cobertores e agasalhos que são distribuídos para famílias em situação de vulnerabilidade. Todos os anos, desde 2016, a campanha ,"Aqueça uma vida", do Governo do Estado tem o objetivo de recolher mantas, cobertores e roupas de frio para doação. Encabeçada .pela Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD), a campanha tinha como participantes apenas o quadro dos funcionários do Governo de Mato Grosso do Sul, mas ganhou parcerias e amplia cada ano a meta da arrecadação.  

Airton Raes, Subcom
Fotos: Bruno Rezende

FARMÁCIA DE PLANTÃO: Confira aqui no "Maracaju em Foco" o calendário das Farmácias de Plantão, vá direto ao link a selecione o mês desejado, clique aqui.

VÍDEOS EM FOCO: Assista nossas principais reportagens em vídeo, mesmo não estando no Facebook, clique aqui.

Maracaju em Foco

A notícia em primeiro lugar!

Curta nossa página: https://www.facebook.com/mjuemfoco/

Siga-nos no Instagram: https://instagram.com/maracajuemfoco


Array ( [Novidade] => Array ( [id] => 54347 [user_id] => 23 [titulo] => Programa Mais Social garante alimento para famílias em situação de vulnerabilidade em Mato Grosso do Sul [texto] =>

No período de frios intensos, Governo de MS garante alimento para a população e movimenta setores para doação de agasalhos e cobertores

A Pandemia empurrou grande número de famílias para as favelas. São pessoas que já viviam na linha tênue entre serviço esporádico ou temporário e o desemprego e, consequentemente, sem renda mensal. Trata-se de grupo de pessoas considerados seres invisíveis da sociedade e agora estão se virando como podem para sobreviver ante uma crise sem precedentes. E, é aí que surge uma luz no fim do túnel. A vulnerabilidade, a desesperança e o fantasma da fome são amenizados por uma ação efetiva do Governo de Mato grosso do Sul.

Trata-se do programa Mais Social, um auxílio financeiro de R$ 300 para famílias em situação de vulnerabilidade. O benefício foi criado ano passado, junto com um pacote de outras ações, para socorrer os mais atingidos pela pandemia da Covid-19.

A maioria desta camada da população vive hoje de bicos, e na situação em que se encontra o País, muitos já nem conseguem emprego, e não sabem ao certo quando poderão voltar a retomar a vida de antes.

O recurso é muito bem-vindo para quem sofre com orçamento apertado e tem que pagar as contas e garantir o alimento de cada dia. 

Caso de dona Rosangela Aparecida da Silva, ela recebe R$ 300 mensal. Ela mora em uma pequena casa, na Rua Piraputanga, no Jardim Noroeste, junto com o marido, dois filhos e dois netos. Uma das filhas, de 24 anos, é a única a prestar serviço fora cuidando de um idoso. Pelo trabalho recebe R$ 400. Junto com o valor do Mais Social completa renda de R$ 700 mensalmente.

 “O Mais Social tem nos ajudado muito. Usamos o dinheiro para comprar gás de cozinha, arroz e feijão. O almoço de hoje é graças ao Governo do Estado”, disse Rosangela mostrando as panelas cheias de comida em cima do fogão.

Morando com o marido, dois filhos e dois netos na mesma residência, Rosangela explica que o benefício estadual tem sido praticamente uma das únicas rendas da família. “Recebemos R$ 300 do Governo do Estado e minha família ganha R$ 400 por mês cuidando de um idoso. O Mais Social é essencial e a garantia para que possamos comprar comida. Somos muito Gratos ao Governo do Estado”, completou.

O programa Mais Social atende famílias em situação de vulnerabilidade social, insegurança alimentar e nutricional. Cada família recebe o valor de R$ 300 por mês. O Mais Social pode ser utilizado em qualquer estabelecimento comercial para compra de comida e de itens de higiene. Os beneficiados também podem usar o cartão para a compra de gás de cozinha (GLP).

Há três meses, Edivani Silva de Lima conta com o benefício e afirma que tem sido fundamental para comprar alimento para a filha de um ano e três meses. Morando em casa de familiares, ela conta que o valor garente o leite da criança e o alimento do casal. “Eu e meu marido não conseguimos mais pagar aluguel e tivemos que deixar a nossa casa. Com a ajuda do Governo do Estado tenho conseguido comprar comida e leite para a minha bebê. Somos muito agradecidos por isso”, disse.

O programa do Governo do Estado beneficia pessoas com renda mensal familiar per capita inferior a meio salário mínimo.

Trabalhando como auxiliar de limpeza, Marileide Matias do nascimento também se enquadra nos critérios para receber o Mais Social. “Mesmo trabalhando é difícil manter a família. Com o programaeu consigo comprar alimento para os meus filhos. Graças a deus que temos esse benefício do Governo do Estado que nos ajuda”, disse.

O programa foi lançado em 2021, com a intenção de combater a insegurança alimentar no Estado, permitindo a seleção de famílias carentes para receber esta ajuda mensal, em uma medida que será permanente e não apenas temporário. No ano passado, o governador Reinaldo Azambuja ampliou o valor do benefício que passou para R$ 300 reais mês. A decisão veio em bom momento para engrossar a rendas das famílias que vivem com renda abaixo do salário mínimo e sofrem com as altas dos preços dos alimentos e do gás de cozinha, item que figura hoje como um dos vilões do orçamento familiar na hora de garantir o arroz com feijão na mesa desses sul-mato-grossenses.

Aqueça uma vida

O frio deste ano promete ser mais mais intenso e o Governo do Estado ampliou a meta para a arrecadação de cobertores e agasalhos que são distribuídos para famílias em situação de vulnerabilidade. Todos os anos, desde 2016, a campanha ,"Aqueça uma vida", do Governo do Estado tem o objetivo de recolher mantas, cobertores e roupas de frio para doação. Encabeçada .pela Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD), a campanha tinha como participantes apenas o quadro dos funcionários do Governo de Mato Grosso do Sul, mas ganhou parcerias e amplia cada ano a meta da arrecadação.  

Airton Raes, Subcom
Fotos: Bruno Rezende

FARMÁCIA DE PLANTÃO: Confira aqui no "Maracaju em Foco" o calendário das Farmácias de Plantão, vá direto ao link a selecione o mês desejado, clique aqui.

VÍDEOS EM FOCO: Assista nossas principais reportagens em vídeo, mesmo não estando no Facebook, clique aqui.

Maracaju em Foco

A notícia em primeiro lugar!

Curta nossa página: https://www.facebook.com/mjuemfoco/

Siga-nos no Instagram: https://instagram.com/maracajuemfoco

[imagem] => ab1da32d0bb4a793a240021a8cbb84e7.jpg [url] => programa-mais-social-garante-alimento-para-familias-em-situacao-de-vulnerabilidade-em-mato-grosso-do-sul [visualizacoes] => 0 [created] => 22 de May de 2022 - 14:13 [destaque] => [scroll] => [categoria_id] => 22 ) [User] => Array ( [id] => 23 [fullname] => Ben Hur Salomão Teixeira [active] => 1 [role] => adm ) [Categoria] => Array ( [id] => 22 [nome] => Cidades [url] => cidades [prioridade] => 2 ) [Noticiagaleria] => Array ( ) [Video] => Array ( ) ) 1
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio