Saúde - Maracaju: Secretaria Municipal de Saúde em parceria com Rede Feminina de Combate ao Câncer e cabeleireiros da cidade coletam mechas de cabelo para perucas a mulheres em tratamento. Saiba mais.

Entretenimento - Com almoço beneficente, Casa da Amizade equipará setor de pediatria do Hospital Soriano Corrêa com brinquedoteca. Saiba mais.

Entretenimento - Maracaju: Mantendo tradição, empresários e amigos organizam 3º Almoço Beneficente que beneficiará Casa da Criança Margarida e Lar do Idoso.

Câmara Municipal - Encerrando ações para crianças, Vergílio da Banca apoia e participa de evento em parceria com presidência da Associação de Moradores do Ema Rigo.

Informe Publicitário - Com investimentos em qualidade e atendimento, Celerium Telecomunicações consolida-se no mercado e obtém aumento de 88% em procura de serviços, comparado com o melhor mês dos últimos 18 meses. Saiba mais.

Última Hora - Consórcio composto por 19 municípios mineiros visita Maracaju. Saiba mais.

Última Hora - Em desdobramento da Operação Viribus , Polícia Civil de Maracaju cumpre mandados de prisão de traficantes

Esporte - Copa Maracaju de Futsal: primeira rodada teve 24 gols em 03 partidas.

Câmara Municipal - Vereador Nego do Povo pede reparos na Rua Duque de Caxias e cobra extensão do serviço de recapeamento para vias do Bairro Alto Maracaju. Leia e assista.

Informe Publicitário - Habitação Cred possibilita o seu consórcio para a compra do seu carro com parcelas que cabem no seu bolso. Saiba mais.

Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio

Criança tem complicações após tomar injeção de dipirona e caso preocupa mães

05 de outubro de 2018 - 07:58 | Saúde

Maracaju em Foco - Notícias - Criança tem complicações após tomar injeção de dipirona e caso preocupa mães

Uma criança de 2 anos está internada com infecção e a suspeita da mãe é que o problema tenha sido causado por aplicação incorreta de medicamento em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Campo Grande.

A mãe da criança, Daniela Lopes, informou que a filha, Mariah Helena, teve febre no dia 21 de setembro e foi levada para a UPA do Vila Almeida e lá teria sido encaminhada diretamente para a enfermaria, onde não havia pediatras para atendê-la.

“A própria médica dos adultos receitou injetar dipirona intramuscular, (dizem que nem que sem se aplica dipirona intramuscular) e banhos frios para a febre baixar”, disse Daniela.

Ainda conforme relato da mãe, após cerca de uma hora, a criança melhorou. Porém, no dia seguinte, a perna inchou e a partir de então a menina não andou mais.

“Após dois dias de idas ao UPA e exames, minha filha foi encaminhada para a Santa Casa, onde foi diagnosticada com Celulite Infecciosa, infecção grave na última camada de pele, onde está afetando seu quadril e joelhos, evoluindo para a Artrite Séptica, ficando o caso dela bem mais grave”, disse, acrescentando que o quadro teria sido causado por “falta de higiene na hora em que foi aplicada a injeção”.

Após dar entrada no hospital, a Mariah Helena passou uma cirurgia para drenar o líquido da coxa e continua internada na unidade, sem previsão de alta, conforme informou a assessoria de imprensa da Santa Casa.

“Eu como mãe estou desesperada, coração dói demais vendo minha pequena desse jeito. Diante de tudo isso fico triste por saber que se nao tivesse ido ao UPA naquela sexta feira e eu mesma cuidasse da febre da minha filha com dipirona em gotas e dando banhos como foi feito no UPA, hoje minha filha estaria saudável como sempre foi, correndo pela minha casa, indo a escolinha como ela ama ir! Para mim houve sim negligência”, publicou a mãe em uma rede social.

MEDO

Após a divulgação do caso por Daniela, outras mães demonstraram preocupação com o caso. Uma ouvinte da rádio Mega 94, que preferiu não ser identificada, afirmou que também passou por situação parecida no fim de semana.

Segundo a mulher, na segunda-feira (1º), a bisneta dela teve febre de 39,8° e foi levada até a UPA do Leblon, onde o médico diagnosticou que a criança estava com inflamação na garganta e receitou a injeção de dipirona.

“Eu nem gosto de fazer isso, eu prefiro dar dipironas gotas, mesmo que ela chora, grite. Mas ele mandou dar e deram duas injeções na perninha da minha bisneta, uma para vômito e outra que era a dipirona”, disse a bisavô da menina.

Ainda conforme a ouvinte, uma enfermeira a impediu de entrar na sala de vacinação e a criança foi acompanhada por uma tia e teriam agido com falta de educação.

Após a divulgação do caso da criança que teve complicações após a vacina, a mulher relata que está preocupada com a saúde de sua bisneta. “Estou observando a perna dela, mas graças a Deus não aconteceu nada. Eu também nunca vi aplicar dipirona na perna”, afirmou.

O Correio do Estado entrou em contato com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) para saber se o caso está sob investigação e se houve negligência médica, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Fonte: Correio Do Estado 

 


Array ( [Novidade] => Array ( [id] => 29111 [user_id] => 27 [titulo] => Criança tem complicações após tomar injeção de dipirona e caso preocupa mães [texto] =>

Uma criança de 2 anos está internada com infecção e a suspeita da mãe é que o problema tenha sido causado por aplicação incorreta de medicamento em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Campo Grande.

A mãe da criança, Daniela Lopes, informou que a filha, Mariah Helena, teve febre no dia 21 de setembro e foi levada para a UPA do Vila Almeida e lá teria sido encaminhada diretamente para a enfermaria, onde não havia pediatras para atendê-la.

“A própria médica dos adultos receitou injetar dipirona intramuscular, (dizem que nem que sem se aplica dipirona intramuscular) e banhos frios para a febre baixar”, disse Daniela.

Ainda conforme relato da mãe, após cerca de uma hora, a criança melhorou. Porém, no dia seguinte, a perna inchou e a partir de então a menina não andou mais.

“Após dois dias de idas ao UPA e exames, minha filha foi encaminhada para a Santa Casa, onde foi diagnosticada com Celulite Infecciosa, infecção grave na última camada de pele, onde está afetando seu quadril e joelhos, evoluindo para a Artrite Séptica, ficando o caso dela bem mais grave”, disse, acrescentando que o quadro teria sido causado por “falta de higiene na hora em que foi aplicada a injeção”.

Após dar entrada no hospital, a Mariah Helena passou uma cirurgia para drenar o líquido da coxa e continua internada na unidade, sem previsão de alta, conforme informou a assessoria de imprensa da Santa Casa.

“Eu como mãe estou desesperada, coração dói demais vendo minha pequena desse jeito. Diante de tudo isso fico triste por saber que se nao tivesse ido ao UPA naquela sexta feira e eu mesma cuidasse da febre da minha filha com dipirona em gotas e dando banhos como foi feito no UPA, hoje minha filha estaria saudável como sempre foi, correndo pela minha casa, indo a escolinha como ela ama ir! Para mim houve sim negligência”, publicou a mãe em uma rede social.

MEDO

Após a divulgação do caso por Daniela, outras mães demonstraram preocupação com o caso. Uma ouvinte da rádio Mega 94, que preferiu não ser identificada, afirmou que também passou por situação parecida no fim de semana.

Segundo a mulher, na segunda-feira (1º), a bisneta dela teve febre de 39,8° e foi levada até a UPA do Leblon, onde o médico diagnosticou que a criança estava com inflamação na garganta e receitou a injeção de dipirona.

“Eu nem gosto de fazer isso, eu prefiro dar dipironas gotas, mesmo que ela chora, grite. Mas ele mandou dar e deram duas injeções na perninha da minha bisneta, uma para vômito e outra que era a dipirona”, disse a bisavô da menina.

Ainda conforme a ouvinte, uma enfermeira a impediu de entrar na sala de vacinação e a criança foi acompanhada por uma tia e teriam agido com falta de educação.

Após a divulgação do caso da criança que teve complicações após a vacina, a mulher relata que está preocupada com a saúde de sua bisneta. “Estou observando a perna dela, mas graças a Deus não aconteceu nada. Eu também nunca vi aplicar dipirona na perna”, afirmou.

O Correio do Estado entrou em contato com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) para saber se o caso está sob investigação e se houve negligência médica, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Fonte: Correio Do Estado 

 

[imagem] => 2aea67b145ec56b4c368d4275ab1cd35.jpg [url] => crianca-tem-complicacoes-apos-tomar-injecao-de-dipirona-e-caso-preocupa-maes [visualizacoes] => 100 [created] => 05 de outubro de 2018 - 07:58 [destaque] => [scroll] => [categoria_id] => 27 ) [User] => Array ( [id] => 27 [fullname] => Caroline Gabriel [email] => [active] => 1 [role] => adm ) [Categoria] => Array ( [id] => 27 [nome] => Saúde [url] => saude [prioridade] => 4 ) [Noticiagaleria] => Array ( ) [Video] => Array ( ) ) 1
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio