Educação - Senai promove palestra sobre energia fotovoltaica para colaboradores do Sicredi em Maracaju

Informe Publicitário - Disk Sistema oferece capinhas de celulares para novos modelos. Saiba quais

Câmara Municipal - Visando evitar acidentes e coibir alta velocidade, Vereadora Marinice Penajo solicita instalação de redutor de velocidades do tipo traffic calming na Avenida Mário Corrêa. Leia e assista.

Câmara Municipal - Vereador Laudo Sorrilha cobra reparos na iluminação pública da Av. Mário Corrêa e também pede providências quanto a liminares que autorizam empresas terceirizadas da usina a não contribuir com impostos para a cidade. Leia e assista.

Câmara Municipal - Pré-Candidato a Deputado Estadual Gerson Claro visita Maracaju e se reúne com Vereadores Jeferson Lopes e Toton Pradence.

Última Hora - Escolas Municipais realizam eventos de encerramento do 1º semestre letivo. Saiba mais.

Última Hora - Diretora da Escola Cambaraí afirma que emenda parlamentar de Deputado Zé Teixeira será a primeira da história do colégio e não pode ser paga antes das eleições devido a problemas burocráticos de documentos da escola.

Câmara Municipal - Vereador Joãozinho Rocha cobra reparos na Rua Projetada no Conjunto Olímpio Vargas. Leia e assista.

Câmara Municipal - Vereador Catito destaca novos investimentos do Governo do Estado em Maracaju e reforça compromisso do Governador Reinaldo Azambuja com o município. Leia e assista.

Câmara Municipal - Vereador Helio Albarello pede que trabalhos da Câmara Municipal não sejam atrapalhados por pleito eleitoral de outubro. Leia e assista.

Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio

Farmácias são obrigadas a terem recipientes de descarte de medicamentos

17 de abril de 2018 - 08:04 | Saúde

Maracaju em Foco - Notícias - Farmácias são obrigadas a terem recipientes de descarte de medicamentos

Farmácias do Estado serão obrigadas a oferecer recipientes para coleta de medicamentos, cosméticos, insumos farmacêuticos e correlatos, deteriorados ou com prazo de validade expirado. A promulgação foi divulgada nesta segunda-feira (16).

A lei vigente já obriga farmácias privadas a oferecerem os recipientes de coleta, mas agora a nova norma institui também a política de informação sobre os riscos ambientais causados pelo descarte incorreto, observando a necessidade do lacre dos recipientes.

Ao Poder Público fica a responsabilidade da destinação final dos medicamentos recolhidos nas unidades públicas, não podendo ser lançado in natura ou queimados a ‘céu aberto’, como descartados em copos d’água, manguezais, terrenos baldios, cavidades subterrâneas, redes de drenagens e esgoto.

FARMACÊUTICOS
Entrou em vigor, também nesta segunda-feira (16) diretrizes para regulamentação dos serviços clínicos dos profissionais de farmácia no Estado. A norma, publicada no Diário Oficial do Estado, compreende como farmácia clínica a área voltada à ciência e à prática do uso racional de medicamentos, na qual os farmacêuticos prestam cuidado ao paciente, de forma a otimizar a farmacoterapia, promover saúde e bem-estar e prevenir doenças.

Além disso, a lei define conceitos sobre anamnese farmacêutica, uso racional de medicações, intervenção farmacêutica, problemas relacionados a medicamentos e resultados negativos aos remédios. O objetivo do serviço de farmácia clínica é aumentar a adesão ao tratamento e a compreensão dos pacientes sobre os medicamentos.

A norma também tem a finalidade de prevenir, identificar e solucionar os problemas e resultados negativos; efetivar o controle das condições crônicas e reduzir eventos adversos a medicamentos; conciliar os remédios em casos de múltiplas prescrições resultantes da transferência de pacientes entre níveis assistenciais; promover a educação do usuário para a guarda e a destinação adequada dos medicamentos vencidos e demais resíduos de saúde ligados ao tratamento.

Na lei, ainda constam responsabilidades, como a relação com paciente e membros da equipe de saúde e o fornecimento de informações sobre medicamentos, com base em evidências técnico-científicas e em consonância com as políticas vigentes.

Fonte: Correio Do Estado 

 


Array ( [Novidade] => Array ( [id] => 25263 [user_id] => 27 [titulo] => Farmácias são obrigadas a terem recipientes de descarte de medicamentos [texto] =>

Farmácias do Estado serão obrigadas a oferecer recipientes para coleta de medicamentos, cosméticos, insumos farmacêuticos e correlatos, deteriorados ou com prazo de validade expirado. A promulgação foi divulgada nesta segunda-feira (16).

A lei vigente já obriga farmácias privadas a oferecerem os recipientes de coleta, mas agora a nova norma institui também a política de informação sobre os riscos ambientais causados pelo descarte incorreto, observando a necessidade do lacre dos recipientes.

Ao Poder Público fica a responsabilidade da destinação final dos medicamentos recolhidos nas unidades públicas, não podendo ser lançado in natura ou queimados a ‘céu aberto’, como descartados em copos d’água, manguezais, terrenos baldios, cavidades subterrâneas, redes de drenagens e esgoto.

FARMACÊUTICOS
Entrou em vigor, também nesta segunda-feira (16) diretrizes para regulamentação dos serviços clínicos dos profissionais de farmácia no Estado. A norma, publicada no Diário Oficial do Estado, compreende como farmácia clínica a área voltada à ciência e à prática do uso racional de medicamentos, na qual os farmacêuticos prestam cuidado ao paciente, de forma a otimizar a farmacoterapia, promover saúde e bem-estar e prevenir doenças.

Além disso, a lei define conceitos sobre anamnese farmacêutica, uso racional de medicações, intervenção farmacêutica, problemas relacionados a medicamentos e resultados negativos aos remédios. O objetivo do serviço de farmácia clínica é aumentar a adesão ao tratamento e a compreensão dos pacientes sobre os medicamentos.

A norma também tem a finalidade de prevenir, identificar e solucionar os problemas e resultados negativos; efetivar o controle das condições crônicas e reduzir eventos adversos a medicamentos; conciliar os remédios em casos de múltiplas prescrições resultantes da transferência de pacientes entre níveis assistenciais; promover a educação do usuário para a guarda e a destinação adequada dos medicamentos vencidos e demais resíduos de saúde ligados ao tratamento.

Na lei, ainda constam responsabilidades, como a relação com paciente e membros da equipe de saúde e o fornecimento de informações sobre medicamentos, com base em evidências técnico-científicas e em consonância com as políticas vigentes.

Fonte: Correio Do Estado 

 

[imagem] => 2079091cf3ad517676058155e259d783.jpg [url] => farmacias-sao-obrigadas-a-terem-recipientes-de-descarte-de-medicamentos [visualizacoes] => 0 [created] => 17 de abril de 2018 - 08:04 [destaque] => [scroll] => [categoria_id] => 27 ) [User] => Array ( [id] => 27 [fullname] => Caroline Gabriel [email] => [active] => 1 [role] => adm ) [Categoria] => Array ( [id] => 27 [nome] => Saúde [url] => saude [prioridade] => 4 ) [Noticiagaleria] => Array ( ) [Video] => Array ( ) ) 1
Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio Maracaju em Foco - Notícias - Anúncio